ULTIMA NOTICIA

sábado, 21 de novembro de 2015

Inércia da administração municipal coloca a saúde de Cajati na UTI no Vale do Ribeira

Se existe serviço que população de Cajati não pode contar é o de saúde. O hospital municipal do município de Cajati "Reinaldo Guerra”, no Vale do Ribeira, Estado de São Paulo, nunca esteve tão ruim desde sua implantação como nestes últimos anos na gestão do PSDB, do atual prefeito Luiz Henrique Koga, sem nenhuma especialidade e com escassez de médicos nos serviços básicos de saúde e nos atendimentos laboratoriais vive uma situação lamentável para quem carece do serviço e com isso a população carente que são a maioria sofre diante da inércia da administração publica administrativa. Nesta quinta feira dia 19, apenas (2) médicos faziam o atendimento dos serviços ambulatorial e do plantão retardando o atendimento de consultas dos pacientes que passaram o dia inteiro aguardando algumas pessoas disseram ter chegado pela manha e só foram atendidas depois das 16; 00 hora da tarde alem de outras que desistiram da longa espera. Como isso não bastasse outro problema que a população vem enfrentando é com a farmácia do hospital que abre as 8.00 horas, e fecha as 11.30 horas,abre as 13,00 horas e fecha as 16;00 às terminando o expediente e com isso a maioria pessoas vão embora sem remédio. De acordo com informações é de que as senhas só  poderão serem entregues ate 1530 horas porque se liberar as pessoas entram na fila e com isso ultrapassa o horário para o fechamento da farmácia e como a prefeitura não paga hora extra para os funcionários  essa foi a forma encontrada pela administração de fechar as portas mais cedo  as 16;00 horas, na cara das pessoas que buscam aquisição de medicamentos para amenizarem seus sofrimentos  e acabam não sendo atendidas verdadeiro descaso com o ser humano infelizmente é o que esta acontecendo no município de Cajati  .

Reportagem 
Chico Pimentão

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *