CAMERA NEWS

ULTIMA NOTICIA

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Concurso publico da prefeitura de Cajati é novamente cancelado e não tem data para sua realização


A prefeitura municipal de Cajati abriu inscrições para concurso publico oferecendo diversas vagas para  a serem preenchidas com data marcada para a realizações das prova no dia 14 de abril  mas acabou cancelada. Remarcada novamente para dia 28 de abril e mais uma vez cancelada  por determinação do tribunal de contas do Estado de São Paulo.As provas continuam por hora canceladas não tendo nenhuma data prevista para a sua realização.A pergunta que não quer se calar é que as pessoas que fizeram as inscrições e pagaram suas devidas taxas que variavam entre 25,00  ate 55,00 reais serão ressarcidas ou elas vão ficar no prejuízo uma vez que tudo indica que esse concurso não vai acontecer e que as pessoas poderão requerer a devolução do seu dinheiro junto a prefeitura municipal  caso o concurso continue cancelado é o seu direito.Mas informações nas próximas horas

Documentos Publicados
•01 Edital de Abertura (Retificado) (Visualizar)
•02 Retificação nº 01 do Edital de Abertura (Visualizar)
•03 Retificação nº 02 do Edital de Abertura (Visualizar)
•04 Comunicado nº 01 - Referente ao adiamento da pr (Visualizar)
Atenção: Para visualizar alguns documentos pode ser necessário o programa Adobe Acrobat Reader, clique aqui para fazer download do programa.

Cargos Disponíveis
Agente Administrativo
R$ 45.00
Agente de Org. Escolar
R$ 45.00
Agente de Trânsito
R$ 45.00
Arquiteto
R$ 50.00
Assistente Social
R$ 50.00
Auxiliar de Dentista
R$ 45.00
Auxiliar de Desenv. Infantil
R$ 45.00
Auxiliar em Farmácia
R$ 45.00
Bibliotecário
R$ 50.00
Contador
R$ 50.00
Cozinheira
R$ 25.00
Diretor de Escola
R$ 50.00
Enfermeiro
R$ 50.00
Farmacêutico
R$ 50.00
Fiscal de Obras e Posturas
R$ 45.00
Fisioterapeuta
R$ 50.00
Fonoaudiólogo
R$ 50.00
Merendeira
R$ 25.00
Médico 40h
R$ 50.00
Médico Especialista (Ginecologista)
R$ 50.00
Médico Especialista (Psiquiatra)
R$ 50.00
Médico Plantonista
R$ 50.00
Motorista (categoria C)
R$ 25.00
Motorista (categoria D)
R$ 25.00
Nutricionista
R$ 50.00
Operador de Máquinas Pesadas
R$ 25.00
PEB Especial
R$ 50.00
PEB I
R$ 50.00
PEB II
R$ 50.00
PEB III - Arte
R$ 50.00
PEB III - Ed. Física
R$ 50.00
Procurador
R$ 50.00
Psicólogo
R$ 50.00
Tesoureiro
R$ 50.00
Técnico de Enfermagem
R$ 45.00
Técnico de Gesso
R$ 45.00
Técnico em Edificações
R$ 45.00
Técnico em Informática
R$ 45.00
Técnico em Raio-X
R$ 45.00
Técnico em Seg. do Trabalho
R$ 45.00
Visitador Sanitário
R$ 45.00

segunda-feira, 25 de março de 2019

Ex-presidente Michel Temer deixa a prisão nesta segunda feira

Resultado de imagem para temer

  Depois de passar quatro dias prisão, o ex-presidente da República Michel Temer (MDB) foi libertado e deixou a sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro às 18h43 desta segunda-feira (25) em um carro particular, com escolta da Polícia Federal. Ainda não foi confirmado para onde o ex-presidente seguirá, mas o trajeto indica ser o aeroporto Santos Dumont. Ele se submeteu a exame de corpo de delito na própria Superintendência da PF. Agora, possivelmente voltará para São Paulo, onde mora e foi preso.

Chuva acida da fabrica local em Cajati sempre ocorre nas madrugadas é um serio risco a saúde da população

A imagem pode conter: planta, céu, ar livre e natureza
PLANTA SECA DE UM DIA PARA OUTRO 
A imagem pode conter: planta, flor, ar livre e natureza
Foto Francisco Pires de Oliveira

Algumas pessoas reclamam de forte cheiro de acido sempre ocorre durante a madrugada vindo  da fabrica da empresa local  e que no dia seguinte  algumas plantas começam a murchar e posteriormente acabam  secando.Isso já foi tema de debate pelas autoridades do município no ano se 1999 mas nunca foi resolvido e que sempre a chuva acida acontece  nas madrugadas principalmente nas noites de baixa umidade do ar.Nesta ultima semana plantas amanheceram seca como se estivesse sido queimada depois do forte cheiro de acido A chuva ácida é um fenômeno muito comum em centros urbanos e industrializados. É gerada pela liberação de poluentes no ar, como óxidos de nitrogênio (NOx), dióxido de carbono (CO2) e do dióxido de enxofre (SO2), além da queima do carvão mineral e de outros combustíveis fósseis. Esses poluentes reagem com o vapor d’água e se transformam em ácidos que caem na terra junto com a chuva, neblina ou nevoeiro.
O termo “chuva ácida” origina-se do inglês e foi Robert Angus Smith, em 1872, que percebeu que após a Revolução Industrial as chuvas tornaram-se ácidas. Com um pH de 5 ou menos, ela é composta de diversos ácidos que quando caem na forma de chuva provocam danos ao solo, à natureza, às construções, carros e outros. Em excesso, pode causar extinção de animais e até vegetais, polui rios, fonte de águas e prejudica o ser humano com doenças pulmonares, por exemplo.
Para o solo, a chuva ácida torna-o improdutivo, sujeito à erosão, o que acaba com florestas, destrói lavouras e dificulta plantações. Para os homens, o excesso de dióxido de enxofre no corpo origina a formação de ácidos, o que pode causar danos irreversíveis aos pulmões

sábado, 23 de março de 2019

Jacupiranga esta de luto pelo falecimento do empresário e ex - prefeito Josuel Volpini

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e interiores
Foto arquivo Jornal O Correio

O Blog CAMERA NEWS DO VALE manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento do empresário e ex-prefeito de Jacupiranga Josuel Volpini, ocorrido neste dia.Volpini que muito contribuiu pelo desenvolvimento de Jacupiranga e região,neste momento de dor solidarizamos com os familiares e amigos


sexta-feira, 8 de março de 2019

Extração de Nióbio de mineradora de Cajati pode voltar ser assunto para Presidente Jair Bolsonaro

Imagem relacionada

No ano 2017 o deputado Jair Bolsonaro em discurso na câmara dos deputados falava que Vale do Ribeira, era uma das regiões mais pobres do Estado de São Paulo com uma das terras mais ricas do mundo. O então deputado na época hoje presidente da Republica estava alertando sobre a mineração em Cajati onde a extração de Nióbio material de mineração mais rico do mundo que ninguém sabia para onde estava indo. Chegou falar que uma empresa  tinha se instalada no município de Cajati que hoje nem existe mais poderia estar explorando o nióbio uma vez que a mesma comprava da mineradora todo o rejeito de mineração e que o município de Cajati não tinha conhecimento e que o governo federal não estava nem ai com desvio do produto que saia de graça daqui acarretando com isso enorme prejuízo ao Vale do Ribeira e principalmente para Cajati. De 2017  para Ca ninguém mais tocou nesse assunto e nem tão pouco o Jair Bolsonaro que agora é presidente da Republica. A pergunta que não quer se calar é que agora como presidente ele tem  autoridade para tratar desse assunto  e resolver se é que a mineradora de Cajati extrai  por aqui muito Nióbio mesmo conforme a fala do então deputado na época hoje presidente da republica para que o município receba também sua parte na participação da venda desse produto que é um dos mais caro do mundo.A população Cajatiense espera que esse assunto volte a ser debatido pelo governo federal lembrando que o presidente no cafe desta ultima semana com a imprensa ele falou sobre o nióbio e de outros materiais de mineração que pretende fiscalizar concluiu 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

No governo de Jair Bolsonaro idosos só terão direito de benéfico (salario minimo ) aos setenta anos


Reforma da Previdência  Social no Brasil vai deixar os idosos a ver navios


Os Idosos serão os mais prejudicados com reforma da previdência social apresentada pelo então presidente da República Jair Bolsonaro. De acordo com o texto os idosos só terão direito em receber beneficio aos 70 anos e não aos 65 como era antes. A intenção do governo é injusta e sem piedade porque a maioria das pessoas aos 70 anos já estão praticamente no fim de seus ciclos de vida sem falar dos problemas com saúde que enfrentam com compra de medicamento. Levar aos idosos a receberem benefícios somente aos 70 anos é no mínimo  um verdadeiro atentado contra milhares desses idosos que tanto já contribuíram com o nosso pais.O maior interesse do governo com a reforma da previdência é acumular mais dinheiro para gastar e os banqueiros que terão também suas vantagens e seus estimados lucros.Que lastima   o povo que votou e elegeu Jair Bolsonaro não esperava isso desse governo que agora se aprenda essa lição pelo eu penso assim

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Represa de rejeito de mineradora de Cajati causa impacto no meio ambiente área atingida equivalente a mais de dez campo de futebol

Resultado de imagem para barragem de cajati pode romper

A mineradoras de Cajati alem de suas barragens que coloca seriamente em risco a vida  dos  moradores de Cajati principalmente os moradores dos bairros Vila Braz e Barro Branco  ainda possuem represas de águas misturadas com rejeitos de minérios equivalentes a mais dez campo de futebol que deságua  em vários córregos do município como no rio Jacupiranguinha  que cruza o município poluindo e contaminando por completo e também matando os poucos  peixes existentes nas águas.
Como não existe nenhuma fiscalização e cobrança nesse sentido por parte das autoridades política e administrativa do município  no sentido de coibir essa pratica criminosa contra o nosso meio ambiente a mineradora segue praticando essa barbárie  uma vez que ninguém se importa
Os  danos ambientais  sempre foram praticados pela mineradora local e os políticos nunca fizeram nada para impedir  nestes pais quem manda é quem tem poder e grana e isso a mineradora tem de sobra. Lembrando que  praticamente, toda atividade de mineração implica supressão de vegetação ou impedimento de sua regeneração. Em relação ao meio antrópico, a mineração pode causar não apenas o desconforto ambiental, mas também impactos à saúde causados pela poluição sonora, do ar, da água e do solo colocando em risco os moradores do município que por falta de orientação tomar banhos ou fazer uso dessas águas  para beber  nesse caso o município deveria ao longo do rio colocar placas orientando o não uso dessas águas principalmente para beber mas nem isso ninguém faz por aqui.Lembrando que a população agora esta mais esperta depois do rompimento da barragem de brumadinho e cobra seria fiscalização contra a mineradora e nos de câmera news do vale, vamos continuar sempre cobrando também mais responsabilidade tanto da mineradora e dos políticos de Cajati no sentido de tranquilizar  a população 

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Com nova Previdência, idosos de baixa renda vão receber menos que um salário mínimo

BRASÍLIA - O Presidente Jair Bolsonaro pretende criar regras diferenciadas para o público que hoje recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. A principal mudança é que o valor do pagamento não ficará atrelado ao salário mínimo como é hoje.
Essa medida foi a que teve pior repercussão entre os parlamentares no Congresso Nacional, após a divulgação a minuta da previdência social com exclusividade pelo Broadcast. Deputados e senadores já avisam que uma medida como essa não passa no plenário das duas Casas. A avaliação é de que a ideia penaliza a população que hoje já sofre para conseguir se sustentar.
O ex-presidente Michel Temer também tentou propor a possibilidade de pagar benefícios assistenciais abaixo do salário mínimo, mas foi um dos primeiros pontos a cair em meio às negociações com os parlamentares. No governo, a percepção é de que não se pode atrelar o salário mínimo, que estabelece a remuneração básica do trabalhador, à assistência, cujo pagamento não requer nenhuma contribuição.
Para tentar vencer as resistências, a equipe econômica propõe uma idade menor que a atual, de 
65 anos, para que os mais pobres comecem a receber o benefício assistencial. Pessoas “em condição de miserabilidade” e que não tenham conseguido contribuir à Previdência pelo tempo mínimo exigido para a aposentadoria receberão R$ 500,00 a partir dos 55 anos. O valor aumenta para R$ 750,00 a partir dos 65 anos.
Haverá ainda um benefício extra para pessoas acima de 70 anos e que tenham contribuído por ao menos dez anos ao INSS. Esse período é insuficiente para pedir aposentadoria, mas vai garantir um adicional de R$ 150,00.

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *