ULTIMA NOTICIA

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Motociclista morre apos ter o pescoço cortado por uma linha de pipa com cerol

Um motociclista morreu após ter o pescoço cortado por uma linha de pipa com cerol, no início da tarde desta segunda-feira (20), em Santos, no litoral de São Paulo.
O acidente aconteceu por volta das 12h, na avenida Martins Fontes. João Alexandre filho, de 32 anos, andava de moto, na pista sentido São Vicente, quando uma linha de pipa com cerol apareceu. O motociclista não teve tempo de parar o veículo e a linha acabou atingido o pescoço dele.
O estudante Hugo Alves, de 16 anos, mora perto da avenida onde aconteceu o acidente. Ele diz que presenciou a cena. "Uma linha de pipa estava esticada e cortou o pescoço dele. Ele passou por ela, tentou tirar a linha, mas não conseguiu", explica o jovem.
A equipe de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada para socorrer a vítima e constatou que o homem morreu no local. Após o acidente, a área foi interditada e a moto de João Alexandre foi levada para o canteiro central da avenida.
Um boletim de ocorrência foi registrado no 5º Distrito Policial de Santos, onde o caso será investigado. A polícia suspeita que a linha com cerol estava em uma pipa que era empinada na favela do Pantanal, que fica próxima a avenida. Os policiais militares que foram até o local não encontraram a pipa e nem a linha que atingiu o motociclista.
Em nota, a Guarda Municipal de Santos informa que fiscaliza o uso de linhas de pipas com cerol por meio de patrulhamento ou por meio de denúncias feitas no telefone 153. Caso seja confirmada a denúncia, o material irregular é confiscado. Mas, se houver danos à integridade física de alguém, a GM conduz a pessoa ao Distrito Policial. Em caso de acidente envolvendo pipas com cerol, os pais vão responder judicialmente pelo menor.
Postar um comentário

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *