ULTIMA NOTICIA

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Gestante é achada morta e com sinais de estupro uma semana após sumir

                               
O corpo da jovem Kelly de Paula Novaes, 29 anos, moradora de Bertioga no litoral de São Paulo, foi encontrado às margens de uma rodovia estadual, na altura de Mogi das Cruzes. Ela estava desaparecida há mais de uma semana. Os familiares reconheceram o corpo da jovem, que estava grávida de quatro meses, nesta quinta feira
De acordo com informações de familiares e amigos ouvidos pelo G1, a jovem saiu de casa na sexta-feira (15), de chinelo, shorts e camiseta, e desde então nunca mais foi vista. Segundo o relato de vizinhos, a moça deixou diversos aparelhos eletrônicos ligados dentro da residência.
Nos dias seguinte, familiares e amigos não conseguiram entrar em contato com a mulher, o que gerou preocupação.
"Nós estávamos preocupados, mas confiantes que encontraríamos ela. Na segunda-feira (18), no entanto, ela não foi trabalhar e ninguém tinha notícias. Na quarta-feira (20), ela tinha marcado uma ultrassonografia e não apareceu, foi quando decidimos acionar a polícia", explica uma das tias da jovem, Elizethe Pinheiros, de 47 anos.
Após a elaboração do boletim de ocorrência, a Polícia Civil foi até a residência de Kelly, e encontrou a porta aberta, diversos equipamentos ligados, além de documentos e dinheiro da vítima em uma bolsa, apontando que a vítima saiu de casa apenas com o celular.
Depois de procurar hospitais de cidades vizinhas de Guarujá e Santos, a família entrou em contato com o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes nesta quinta-feira, e foi informada que uma mulher, com características semelhantes à de Kelly deu entrada no local no sábado (16).
Familiares se deslocaram até a cidade do interior e reconheceram o corpo da vítima. Ela foi encontrada às margens da rodovia Ayrton Senna, nua e com sinais de agressão e estupro.
O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, e será investigado pela Polícia Civil de Bertioga. Até o momento, nenhum suspeito de praticar o crime foi identificado ou preso.
O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, e será investigado pela Polícia Civil de Bertioga. Até o momento, nenhum suspeito de praticar o crime foi identificado ou preso.

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *