ULTIMA NOTICIA

Noticia de Cajati e Vale do Ribeira e Baixada Santista e Estado de São Paulo!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Rio Jacupiranguinha em Cajati Vale do Ribeira São Paulo pede socorro

Foto" O Correio de Noticia"
O rio Jacupiranguinha que cruza o centro da cidade de Cajati esta desaparecendo a cada dia que passa e não é mais chamado de rio apenas de córrego conforme a linguagem popular do povo da região. O rio Jacupiranguinha esta com seus dias contados assim como foram os dias do rio do Pito e de tantos outros córregos não mais existentes no município devido os desmatamentos que são feitos pelos donos de sítios e  fazendas da região que pelo seu egoísmo não respeitaram as margens e cabeceiras dos rios. Fala-se hoje em fazer uma recuperação no leito rio para evitar um  grande desastre para os próximos anos caso as autoridades não tomem providências urgentes mas mesmo  assim pouco vai resolver uma vez que o rio esta secando a cada dia que passa. As águas não brotam no leito do rio e sim nas cabeceiras e elas estão destruídas já alguns anos. A justiça deveria punir todos os donos de terras que cometessem crimes contra o meio ambiente que desmataram cabeceiras e margens de rios punindo todos esses indivíduos ao rigor da lei,e que fossem condenados e suas condenações fosse em  reflorestar novamente o local onde praticaram o crime de desmatamento com isso viria diminuir o abuso contra os nossos rios e nascentes.Alem dos rios de Cajati outros rios de outros  municípios vizinhos estão secando porque não há cuidados com as nascentes.Os homens muitas vezes só pensam nos desmatamentos pra industrialização "em nome do progresso"e desenvolvimento, só extrai e não repõem o que é necessário, para que as águas dos rios não acabem.É necessários que nós enxerguemos e coloquemos em ação de maneira consciente para proteger as nossas nascentes, cuidar fazendo reflorestamentos, evitando as queimadas desnecessárias ,e termos consciência ecológica, pois se as águas dos nossos rios estão desaparecendo, como que vai ser para  futura geração, vamos pensar assim e não só lembrarmos do meio ambiente no dia 5 de junho que é o dia Intencional do meio ambiente, com caminhadas  e discursos pelas ruas da cidade isso não vai resolver nada.Para resolver seria necessário reflorestar todas as áreas desmatadas e punir seus culpados para dar exemplo para que outros fazendeiros também não comentam esse tipo de crime ambiental.Esse negócio dos políticos fazer caminhadas e plantar uma muda de arvores no dia 5 de junho quando comemora o dia do meio ambiente não passa de demagogia para enganar as pessoas que eles estão preocupados.Abraço até a próxima

Da reportagem local
Francisco Pires de Oliveira

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *